MENU

O Candidato

Quem é Maurício Rands?

Maurício Rands, 57 anos, é advogado e professor de Direito. Formado pela Faculdade de Direito do Recife, com especialização na área do Trabalho, em Bari, Itália, é Ph.D pela renomada universidade de Oxford, Reino Unido. Há cerca de um ano, estava trabalhando na Organização dos Estados Americanos (OEA) como secretário de Acesso a Direitos e Equidade.

Deputado federal por três mandatos consecutivos, foi classificado como um dos mais atuantes parlamentares pelo DIAP. Em dezembro de 2008, foi eleito pelos próprios deputados e senadores como um dos dez mais influentes do Congresso Nacional.

A história da militância política e a formação de Rands estão ligadas ao esforço de levar Justiça aos que precisam. Ele é o autor da Emenda Constitucional que criou a profissão de agentes de saúde, apresentou projeto de lei para agilizar a Justiça do Trabalho, propôs horários determinados para os redutores de velocidade, apresentou propostas para incluir os parceiros de relações homoafetivas como pensionistas ou dependente do Imposto de Renda, criou medidas de proteção contra o bullying nas escolas entre várias outras propostas.

Fora da atividade parlamentar, foi secretário, de 2010 a 2012, durante o primeiro mandato do ex-governador Eduardo Campos, onde trabalhou no Palácio do Campo das Princesas na articulação política. Depois, foi um dos coordenadores do programa de governo da candidatura à presidência da República do ex-governador de Pernambuco. Maurício Rands foi também Secretário de Assuntos Jurídicos da Prefeitura do Recife, de 2001 a 2002.

Filho de Célia e Raimundo Rands Barros, Maurício é casado com Patrícia Rands, também advogada, e pai de dois filhos, Tatiana e Diego.

Conheça um pouco mais sobre nosso candidato

Maurício Rands nasceu na cidade do Recife, Estado de Pernambuco. Formou-se em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1982. Em 1990, concluiu especialização pela Universidade de Bari, Itália e Mestrado em 1991 pela Universidade de Oxford. Posteriormente, em 1996, obteve o título de PHD pela mesma Universidade de Oxford, Inglaterra.

É autor do livro "“Labour Relations and the New Unionism in Contemporary Brazil,” publicado pela MacMillan em 1997, um trabalho considerado referência nos estudos das relações de trabalho no Brasil. Também publicou "A era Lula", em que faz análise das políticas públicas dos dois governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Trabalhou como advogado nos tribunais brasileiros durante duas décadas, a partir de 1982, quando trabalhou como profissional liberal. Foi advogado de importantes sindicatos em Pernambuco, como o Sindsprev e muitos outros. Na advocacia pública, foi procurador judicial concursado do Recife (1988-1998) e secretário de Assuntos Jurídicos (2001-2002). Como secretário de assuntos jurídicos e procurador geral do Recife, criou o programa Justiça Cidadã para estender o acesso aos direitos humanos para todos, em especial a população da periferia do Recife. Recebeu o Prêmio do Programa Gestão Pública e Cidadania da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, em 2003, e da Fundação Ford.

Em 1989, foi eleito vice-presidente da OAB em Pernambuco e, em 2000, conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil.

Exerceu três mandatos de deputado federal, tendo sido presidente da principal comissão da Câmara dos Deputados, Constituição e Justiça, e líder do Partido dos Trabalhadores (PT).

Em 2008, pelo quinto ano consecutivo, foi indicado pelo DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) como um dos “cabeças” do Congresso Nacional. Em setembro de 2008, a imprensa especializada elegeu-o o terceiro melhor deputado do país. E, em dezembro, os próprios membros do Senado Federal e da Câmara dos Deputados apontaram-no um dos 10 mais influentes parlamentares do Congresso Nacional.

Em 2009, tornou-se membro da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, quando atuou como co-presidente da comissão inter-parlamentar Brasil-EUA. Antes, tinha exercido funções de diplomacia parlamentar em várias missões internacionais e atuou como secretário-geral do Grupo Parlamentar Brasil-Reino Unido e do Grupo Brasil-Itália. Durante seus três mandatos como membro do Parlamento, foi autor de leis e emendas constitucionais aprovadas pelo Congresso como, por exemplo, a PEC 51, que garantiu a efetivação dos agentes comunitários de saúde e controle de endemias em todo o país.

Sendo reeleito para seu terceiro mandato como membro da Câmara dos Deputados do Brasil, foi secretário de Governo do Estado de Pernambuco, no período 2010-2012.

Em 2012 e 2013, foi diretor jurídico internacional da Petra BV, em Amsterdam-Holanda.

Em 2014, foi coordenador geral de Programa de Governo da Candidatura Presidencial de Eduardo Campos e Marina Silva.

Em 2015, tornou-se sócio do Escritório de Advocacia Coelho, Dalle & Rands Advogados e reassumiu o posto de professor de Direito da Faculdade de Direito do Recife da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde leciona as disciplinas de direito empresarial e direito comercial IV.

Em 2015, tornou-se vice-presidente do Diario de Pernambuco.

De setembro de 2017 até agosto, exerceu o cargo de secretário de acesso a direitos da OEA (Organização dos Estados Americanos).

VICE - Isabella de Roldão

Isabella de Roldão, 42 anos, é formada em Direito, advogada, pós-graduada em Direito Processual Civil e em Licitações e contratos administrativos. Foi conciliadora do juizado especial e é mediadora de conflitos. Professora com formação em magistério, lecionou no ensino fundamental. Exerceu mandato de vereadora do Recife de 2013 a 2016.