MENU

Notícias

01 de Outubro de 2018 | Assessoria de Imprensa

Rands aumenta divulgação dos planos de governo

O candidato a governador pela coligação O Pernambuco que você quer (PROS, PDT, Avante), Maurício Rands, aumentou as formas de divulgação de suas propostas para o Estado. Novas entrevistas para rádios, blogs e contato direto com o povo tem sido a estratégia para a última semana, do primeiro turno da eleição. “Nós temos planos, temos um ideal e praticamos a política verdadeira, na qual as ideias disputam seu espaço entre as pessoas”, argumentou.

Maurício Rands teve a manhã desta segunda-feira (dia 1º) dedicada ao polo de confecções do Estado. Falou para a Rede Agreste de Rádios e circulou pelo comércio em Santa Cruz do Capibaribe, sempre defendendo as propostas para o Pernambuco Empreendedor. “Assumo três compromissos com o polo de confecções: voltar a alíquota anterior de ICMS e simplificar a tributação do setor; trazer segurança para todos aqueles que compram, vendem e circulam pelas rodovias do Agreste; além de resolver, de uma vez por todas, o abastecimento de água da região, importante para a produção e também para a população flutuante, atraída pelo comércio”, garantiu Maurício Rands.

A proposta política de Maurício Rands para o Estado começa pela construção da nova forma de se fazer política, com menos tensão entre correntes diferentes e mais compreensão das propostas colocadas na pauta. “Precisamos superar essa briga entre coxinhas e mortadelas. Isso não leva a nada, ou pior, isso tem sido motivo de brigas entre amigos, familiares e colegas, até em grupos de WhatsApp”, analisou. Mais uma vez, Rands defendeu, no campo político nacional, a eleição de Ciro Gomes, para presidente da República. “Ele é nordestino, conhece os nossos problemas e tem as condições para unir o país”, defendeu, o candidato.

No Agreste, Maurício Rands também dedicou parte da sua agenda para o contato direto com os eleitores, sempre em conversas olho no olho. “Andar no meio do povo é bom, eu gosto de gente”, contou. Mais de uma vez, Maurício Rands ouviu queixas sobre a ausência de segurança pública na região e o valor do ICMS cobrado. “A lógica do atual governo é se fazer presente, na hora de arrecadar, e ausente na hora de oferecer serviços públicos”, diagnosticou. “Isso não pode”.

O resto da tarde foi dedicado a gravações de vídeos para as redes sociais, conversas com jornalistas, blogueiros e radialistas. À noite, Maurício Rands fez uma apresentação para os alunos da Universidade Salgado de Oliveira (Universo).